Em 2010 o Campeonato amadureceu bastante. E cresceu. Oito times se inscreveram para o VI Carioca e 16 times de fora requisitaram a participação no II Brasileirão. Desses foram selecionados seis times: quatro times de São Paulo – “Sustentáculos”, “Protótipos”, “Impronozes” e “Imprópria Cia Teatral”, um time de Minas Gerais – “Uma Companhia” e um time do Paraná – os “Risologistas”. Eles disputaram com os dois primeiros colocados do Carioca: os campeões – “Alcateia” e os vice-campeões – os “Ilimitada”.

O nível do Campeonato Brasileiro organizado pela Cia. de Teatro Contemporâneo este ano foi altíssimo e os jogos muito divertidos.

A disputa da terceira colocação entre “Protótipos” (Rafael Lohn, Leandro Costa, Daniel Zanella e Gustavo Gerard) de São Paulo e “Risologistas” (Adriano S. Brandão – Propício Alfredo Cruz – Santa Rita, Jhonatan Mazzo – Tupisco e Alan César – Pitucho) do Paraná foi de arrepiar. Os dois times jogaram muito bem e terminaram empatando na terceira colocação, em um jogo de puro cavalheirismo, onde as duas companhias sob aplausos da plateia dividiram a cena e depois a taça (literalmente) ao meio.

A final foi entre a excelente “Uma Companhia” (Diogo Horta, Fred Bottrel, Débora Vieira e Bella Marcatti) de Minas Gerais e o “Alcatéia” (Alessandro Valéryo, Ary Aguiar Jr., Danilo Maroja, Flávio Lobo,  Susana Soares e Kastello) do Rio de Janeiro. Um jogaço disputado ponto a ponto e conquistado pelo “Alcatéia” com um placar apertado (5 X 4).

Este ano tivemos ainda as apresentações de Leandro Alves com seu excelente solo de improvisação – “Estória de Ninguém” e dos “Risologistas” que fizeram um maravilhoso espetáculo de palhaçaria improvisado, satirizando muito do que havia ocorrido de marcante no campeonato.foi incrível!

O Campeonato de Improvisação organizado pela Cia de Teatro Contemporâneo já está mais maduro, claro que sempre existem pontos que poderiam e vão melhorar. Mas uma coisa é consenso entre participantes e organização. A marca registrada do campeonato 2010 foi a intensa troca de informações, entre os grupos e os laços de amizade e respeito pelo trabalho que aqui foram consolidados. Quem ganha com essa colaboração é o movimento do Impro no Brasil. Os times de fora já saíram com idéias de organizarem campeonatos regionais por estados, a exemplo do Carioca.

Login

Ir para o Topo